7 de setembro de 2012

You Can Call Me Any Day Or Night





Bocas OnLine

7 comentários:

Ulisses L disse...

...just call...

:)

Seraphyta disse...

Ulisses L,

I'm Waiting... :))

http://www.youtube.com/watch?v=w-eP-GX6_IY&feature=related

:)))

Anónimo disse...


Então vem que tenho pressa de ti

"Hoje quis escrever-te e não consegui.
Pesam-me os verbos como pedras
nestes dedos, mas vês,
é sobre ti que se debruçam as palavras
que não saem
e nestes olhos a gratidão
de saberes sempre quando preciso da tua mão
na face, quase materna, quase amante,
e azuis os rasgos de ternura
de uns olhos castanhos e
meigos
que me libertam das águas revoltas
onde lutam os meus neurónios
em batalhas estéreis e sem sentido."

Seraphyta disse...

Anónimo ;)

"...Sou inseguro e insistente
devido à inevitabilidade de que perpetuarás
esse ciclo, e que tenhas medo e fujas
e ergas muros que ficarei a contemplar
com os meus olhos tristes
que te dizem tanto sem dizerem nada,
excepto não tenhas medo,
não fujas,
não vás,
não sejas um rio
onde estas raízes não bebam"

:))

Gostei muitoooo do poema.

E muitas são as vezes em que numa Carta Simples se diz tanto :))

Seraphyta disse...

Anónimo, [esqueci-me]

Irei e levo comigo os sonhos :))))

Skin n Under disse...

That's quite a big statement

Seraphyta disse...

Skin n Under,

Hummm...;)

É apenas uma forma de exorcizar os meus demónios [Risos] :))