18 de fevereiro de 2012

Horas Rubras


The love in mind
The flowers on the ground.
Certainty in front
The story at hand.
Walking and singing
And following the song.
Learning and teaching
A new lesson.

Bocas OnLine

11 comentários:

Anónimo disse...

Porquê rubras Sweet Stranger? E hoje não há bom dia?

"estende a tua mão contra a minha boca e respira,
e sente como respiro contra ela,
e sem que eu nada diga,
sente a trémula, tocada coluna de ar
a sorvo e sopro,
ó
táctil , ininterrupta,
e a tua mão sinta contra mim
quanto aumenta o mundo."

Seraphyta disse...

Hoje não há bom dia...os medicamentos arrasam comigo :(

Contudo, gostei do comentário, muito e muito.

Obrigada

Anónimo disse...

Esqueci-me de dizer que era o Herberto Hélder Sweet Stranger. Usa-o de seis em seis horas :-)

Seraphyta disse...

Obrigada!
Há comentários infelizes e este foi um deles.

Anónimo disse...

Desculpa. Estava apenas a brincar com o facto de desejar que o poema te fizesse bem. Terei mais cuidado em futuros comentários se os fizer.

QUIM disse...

Muito bom ..super beijo!Viajando amanhã cuidate !bjs! Saudades

Seraphyta disse...

Olá Quim,

Boa viagem!!! Saudades e Beijo Grande :)))))

Seraphyta disse...

Dear Stranger,

Usar, ler o Herberto de 6 em 6 horas não é suficiente :(((

Anónimo disse...

Acredito Sweet Stranger,
mas também acredito que pequenas doses de coisas boas, por muito pouco que sejam, por muito insuficientes que pareçam, fazem milagres. Foi só essa a minha intenção

Seraphyta disse...

Dear Stranger,

Eu sei que foi essa a tua intenção e, agradeço deste já :)

Mas por si só, não é suficiente, lamentávelmente.

Esperemos que o Ácido Valpróico ou o Carbonato de Lítio resultem...rsrsrsr

Anónimo disse...

Mas continua a achar que o Herberto Helder tem um efeito catalizador quando receitado juntamente com o Acido Valpróico e muito especialmente com o Carbonato de Litio (que até é um gás raro, como raro é o HH)