20 de fevereiro de 2012

Amor




Bocas OnLine

7 comentários:

Anónimo disse...

Dear Stranger,

no dia 30 de Janeiro, quando convidas alguém para um chá, pões o Caetano Veloso a cantar "quando a gente ama é claro que a gente cuida" e agora dizes uma barbaridade destas? :-)

QUIM disse...

O que se torna ridículo tratamos coisas menos importantes com tanto mais cuidado.

Seraphyta disse...

Dear stranger,

Sou estranha e paradoxal. Existe sempre uma linha ténue entre a normaliade o a loucura :))

Anónimo disse...

Mas eu sou mais da opinião da canção, sou apologista do cuidar, querida estranha e complexa :-)

Seraphyta disse...

Ah...sim. deveriamos cuidar do Amor como se fosse algo precioso. Aliás, é algo que nos acontece uma ou duas vezes na vida.
"The Sheltering Sky", viste?

A última cena diz-te algo?

É issso...só uma ou duas vezes na vida :))

Anónimo disse...

Não, Stranger, não vi. Mas és cheia de sorte se te aconteceu duas vezes, a maioria dos mortais provavelmente nem por uma passa :-)

E vou por "Um chá no deserto" na minha lista de filmes (alfabeticamente organizado, se for o caso passo-o para o móvel das emoções, se bem que nesse móvel não tem muito a ver com os filmes, textos, poemas, etc, mas muito a ver com situaçoes )

Seraphyta disse...

O móvel das emoções = coração :))