21 de dezembro de 2012

Desperta-Me De Noite




Tira-me a blusa, amor,
que eu tiro-te a camisa,
percorro-te com a língua
o ventre desvendado

e tu vais-me tomando,
tocando, mais acima,
entreabrindo as pernas puxando-me
para baixo

E nada mais sossega ou se aquieta,
afirmas,
e eu conheço a chama no corpo
desatada

essa onda rasgada
que fulmina
nos envolve - convulsa
e tresloucada

Depois, nenhum dos dois
já sabe onde termina
onde se acoita o grito devorado

Pelo prazer que rompe
e que domina
o corpo, meu amor,
do nosso desacato

Maria Teresa Horta

Bocas OnLine

6 comentários:

Eros disse...

Des(a)perta-Me de Noite!!
Gritos devorados... deveras..

Beijoca nocturna

Seraphyta disse...

;)

Ondula mansamente a tua língua
de saliva tirando
toda a roupa

mister charme disse...

cio...cio...cio...:)

Seraphyta disse...

Noooo
Uma provocação, apenas ;)

mister charme disse...

quem provocas tu menina ? :)

Seraphyta disse...

Gosto de provocar...despertar emoções :)